Esquinas





Pensar demais é um problema?
Bem, talvez qualquer um dos grandes filósofos da humanidade não definiria a palavra pensar como uma ação geradora de problemas, mas sim como uma forma de se conseguir indagações maiores e mais “relevantes”.

Quem é você para falar em nome dos filósofos?


As ruas passavam pela janela de forma rápida e uniformemente intrigante com as paradas em sinais e pequenas retenções.
O olhar dela estava fixo na janela, vazio como há muito tempo eu não via. Podia ser a febre, podia ser uma gripe... Que droga, podia ser apenas um olhar vazio...

Esta procurando respostas que podem não existir como os psicólogos que você tanto crítica!


Era estranho estar lá, falar um monte de bobagens e numa tentativa vã de chamar a sua atenção não ter muito êxito. Será que estou ficando tão óbvio assim?!

Essa é uma pergunta que você já se fez antes...

Pois é, talvez eu esteja sendo tão clichê em demonstrar algo, que é maior do que qualquer coisa que já senti, que esteja caindo num lugar comum que me parece intransponível.
Intransponível, pois não há um próximo estágio, não há um próximo passo, não há nem sequer mais um ato que eu possa realizar sem que eu mesmo não coloque a barreira que me foi imposta.

Que metáforas ridículas são essas, fale claramente...

Sabe aquela sensação de que você quer dizer algo, mas o seu bom senso (maldito bom senso) não deixa?
Foi algo mais ou menos assim...
É acho que foi...

Diz logo pra ela e vamos ver o que acontece!

Não depende de mim...

Idiota!

2 comentários:

Tamyris Torres | 5 de maio de 2009 09:14

Depois fala que não escreve bem...rs
bju

Camilla Azuos | 5 de maio de 2009 18:06

É... fala logo..

senão vai ser tarde...

FALAAA !!

(que post foda! que post fodaa!)