Alicerces

É uma grande pena, mas será que os alicerces realmente suportariam...
Uma fortaleza é feita de rochas fortes e compactas colocadas umas sobre as outras. Durante um longo período elas resistem a fortes ataques, mas você acreditaria numa definição dessas dada por mim?
Poucas pessoas acreditariam...
Talvez seja por isso que eu me contente em guardar tão pouco mesmo que o tempo assegure a relatividade de ser muito para mim.
Será que alguém lhe diria que é hora de parar?
Eu respondo a essa pergunta, sem pestanejar, e digo sim, porém a questão é: você conseguiria?
Os alicerces poderiam suportar...
Maldito seja o tempo que simplesmente não para na hora devida, malditos sejam os alicerces tão frágeis de um amor tão complexo, maldita seja a razão que impõe barreiras tão sensatas e bendito seja o alvo de tanto apresso, pois mesmo que os alicerces não suportem algo sempre vai estar de pé, estagnado e imutável passe o tempo que passar, a distancia que estiver e sofra o abalo que sofrer, mesmo que eu nunca mais venha a ti ver, o meu amor por você.
E apesar da ridícula rima existe algo que é fato: apesar de tudo acho que nunca vou poder definir um fim. Talvez um começo, mas nunca um fim.

1 comentários:

Camilla Azuos | 17 de dezembro de 2009 08:34

"Maldito seja o tempo que simplesmente não para na hora devida"
Cara, vc deveria ser imortalizado só por essa frase.
É complicado, mas alicerces são feitos para ser inabaláveis, para sustentar, pra dar segurança.
Vc me fez pensar... e muiito!