O capitalista e o trabalhador

-Com licença chefe. Posso falar com o senhor?
-Desde que seja rápido...


O trabalhador era um exemplo de dedicação. Eleito funcionário do mês durante três meses seguidos tinha orgulho de se empenhar, mais do que qualquer outro, na empresa e fazê-la funcionar. A ciência era exata e o raciocínio fácil de se ter.
A produção de toda a industria eram os seus braços e o dinheiro era a soma do seu trabalho otimizado pela vontade em ser um bom funcionário, crescer e dar uma vida melhor para a sua família.

-Quero um aumento
-Impossível
-Mas eu fui funcionário do mês durante três meses consecutivos!

O primeiro lugar em produção não garantiria a ele um pequeno aumento?
Nem uma promoção?
Tinha prazer em passear no shopping com a sua esposa e os dois filhos. Via a silhueta de toda a família meio borrada em cada vitrine que parava para ver e pensava que um dia estaria dentro de qualquer uma daquelas roupas que tanto almejava.
A vendedora invariavelmente parava do lado do trabalhador, atraente e bonita como sempre, e perguntava sobre o camisa ou calça preterida.

-Isso não quer dizer nada Trabalhador...
-Quer dizer que eu me empenho e preciso disso!
-Fale baixo Trabalhador. Não se exalte...
-Enquanto a uma promoção?
-O seu salário não é baixo as suas despesas que são altas


Por que isso soou tão parecido com uma atendente de telemarketing para ele? Quase pode ouvir ele dizer logo depois: “Isso é tudo senhor. Em caso de duvida aperte a tecla 9”

-Vamos ser objetivos chefe. Tente ser racional...
-Estou sendo bem racional lhe dizendo agora que você não terá um aumento!
-Sua produção são os meus braços! Seu dinheiro é o meu trabalho!
-Que só pode ser feito com tanto êxito pelo capital que investi levantando esse império


Império...
A primeira imagem que veio a mente com essa palavra foi a de Darth Vader com um sabre de luz na mão matando exércitos num planeta qualquer...
O mesmo terror de um Jedi perante Vader invade o Trabalhador que se resigna em seu posto de operário do proletariado e agradece pelo tempo do patrão indo embora...
Na mente as palavras do capitalista ressoavam em sua cabeça assustadoramente: “O seu salário não é baixo Trabalhador as suas despesas é que são altas”

1 comentários:

brUno PeReiR@ | 27 de maio de 2010 19:56

É brother, somos todos Descartáveis. Foda esse post my brother hardcore! Abç