De cabeça pra baixo

















Não quero ser alarmista, mas alguém já parou pra pensar como tudo anda meio de cabeça pra baixo.

Meio de cabeça pra baixo é ótimo, não era melhor dizer de ladinho logo...


Na última quinta-feira quando sai de casa para cumprir minha rotina diária vi no meu trajeto, até o ponto de ônibus, um gato comendo, literalmente, um pombo morto.
Tentei privar meu pensamento da bizarra cena inutilmente. No decorrer de todo o dia aquela imagem de poucos segundos voltava e me fazia pensar.
Na volta para casa, lá pelas 22:30, não consegui me conter e durante o caminho procurei o tal gato. Acredite, ele estava agora um pouco mais a frente do lugar onde o avistei pela primeira vez, de manhã, ainda mordiscando a sua presa.

Talvez fosse um lanchinho rápido antes de dormir...


Vivemos num mundo onde o aquecimento global já é uma realidade;
Vivemos num mundo onde as mulheres dão em cima dos homens;
Vivemos num mundo onde as pessoas se lembram em quem votaram no último bbb, mas não nas últimas eleições do seu estado;
Vivemos num mundo onde a m... dos vira-latas nas ruas nos fazem andar pulando para desviar. Isso quando não pisamos;
Vivemos num mundo onde o jornalismo se rende aos salários pagos pela publicidade;

Vivemos num mundo onde gatos estão comendo pombos.

4 comentários:

Camilla Azuos | 22 de março de 2009 10:16

É.. tenho que concordar Rapha...

O mundo tá louco..
Até as estações, veja só!
Calor no inverno, frio no verão.

Culpa de quem?

Certamente não é de Deus...

Ótimo Post
;-)

Felipe Attie | 22 de março de 2009 12:20

É natural...

Sendo o gato, um felino e o pombo, uma ave, é natural que aconteça tal cena — se esqueceu que as aves são presas naturais dos felinos?

Não vejo problema algum em mulheres "darem em cima" dos homens. Acho até natural ambos os sexos irem atrás dos seus interesses sexuais e/ou afetivos.

E a grande diferença entre o jornalismo e a publicidade é que a publicidade é paga pra mentir, enquanto o jornalismo é pago pra dizer a verdade, mas mente. É natural que aconteça isso.

Paulo Oliveira | 22 de março de 2009 16:14

Não fala mal de publicitário não hein rapá, vai arrumar confusão...hauhauhauhauhauhauha

Victor Borba | 27 de março de 2009 09:26

Tem um tal de Darwin aí que pode explicar o gato que come pombo...é natural isso. Eu sou preguiçoso então não me importo se a mulher der em cima. Já nós (publicitários)mentimos e sabemos que mentimos, infelizmente o jornalismo acredita mesmo estar dizendo a verdade e sendo imparcial, mas já sabemos que a imparcialidade não existe (filosóficamente falando).